Páginas

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Quando brilha o Sol - Lian 05


Os três meninos, encurvados sob a janela do saguão, apareceram a vista entre as cortinas. 
—O que fazemos? —sussurrou Liam—. Não podemos deixá-la entrar. 
—Responde à porta —ordenou seu irmão Brian—. Temos que fingir que tudo está bem. 
—partirá —disse Sejam aos dois—. É melhor esperar —acrescentou. Era o irmão gêmeo do Brian e nunca estavam de acordo entre os dois. 
—Não —sussurrou Liam—. Não se vai. Esta vez não. 
Sentiu um nó no estômago e conteve a respiração. Tanto ele como seus cinco irmãos levavam suficiente tempo enfrentando-se a trabalhadoras sociais ...



cor que a neve suja que se derretia a cada lado da rua. Mas era essa expressão tenaz e a maleta a transbordar o que seriamente a delatava. 
—Responde a maldita porta —espetou Brian—. lhe Diga que está doente e que papai está tornando-a sesta. Liam se girou para os gêmeos, ambos os maiores que ele. Seu voto era o decisivo, circunstância muito difícil para um menino de dez anos. 
—E o que passa se quer falar com ele, gênio? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner