Páginas

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Pescoços Vermelhos e Rosas


Amber estava a ponto de roer as unhas. Primeiro chega à fazenda que sua tia lhe deixou de herança para encontrar-se com um homem em sua banheira; um morto...
Só que ele não estava morto! Era uma espécie de morto-vivo. Um vampiro! Maldito inferno! O que mais que seu próprio herói vampiro uma escritora de romances poderia pedir?
 Mas, Rusty não facilitará as coisas. Não deixará de dormir na banheira, não se barbeará, não deixará de beber cerveja e nem morderá homens. Não trocará nem mesmo seu nome! Quem alguma vez teria ouvido sobre um vampiro chamado Rusty Nipple ? Como poderia supostamente escrever sobre um vampiro afável, atraente e arrumado, se Rusty não queria cooperar? 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner