Páginas

quinta-feira, 14 de março de 2013

Perversa 05




Não seria legal se a gente pudesse saber exatamente o que as pessoas estão pensando? Se a cabeça de todo mundo fosse como aquelas bolsas transparentes Marc Jacobs, as opiniões das pessoas fossem tão visíveis quanto um molho de chaves de carro ou um gloss da Hard Candy?
Assim você saberia o que o diretor do grupo de teatro da escola realmente quis dizer com as palavras "Bom trabalho!" depois de sua audição para a peça South Pacific. Ou se o seu parceiro nas duplas mistas de tênis acha que seu bumbum fica sexy naquela sainha Lacoste. E, melhor de tudo, você não teria que adivinhar se sua melhor amiga ficou com raiva porque você deu um perdido nela para ficar com um veterano bonitão que tinha um sorriso de arrasar corações na festa de ano-novo. Bastava uma espiada dentro da cabeça dela, e você saberia.
Infelizmente, a mente humana é mais blindada que o Pentágono. Às vezes as pessoas dão pistas do que está acontecendo em seu íntimo, por exemplo, o sorriso do diretor do grupo de teatro quando você perdeu aquele Lá sustenido agudo, ou como sua amiga ignorou com frieza todas as suas mensagens no dia primeiro de janeiro. Porém, muito mais do que se imagina, a maioria dos sinais reveladores passa despercebida. Na verdade, quatro anos atrás, certo garoto de ouro de Rosewood deixou escapar uma pista muito importante sobre algo horrível que estava passando por sua cabecinha perversa. Mas as pessoas mal ergueram uma sobrancelha.
Talvez se alguém tivesse percebido, certa linda garota ainda estivesse viva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner