Páginas

domingo, 3 de março de 2013

Insensato Amor

tão jovem, belo e sensual?

Com os olhos pousados no corpo nu iluminado apenas pela luz do luar, um misto de hesitação e desejo toma conta de Elliot.
Já não pode mais ignorar a garota determinada que parece lhe implorar que lhe mostre os caminhos delirantes do prazer. Os gestos meigos, a boca bem-feita, sedenta de paixão, são uma tortura da qual não tem mais como se livrar.
Elliot, porém, sabe que tão logo aquela jovem descubra o fascínio do amor, ele será abandonado, esquecido para sempre!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner