Páginas

sábado, 14 de abril de 2012

Violino


O que procuro fazer aqui talvez não possa ser feito em palavras. Talvez só possa ser feito em musica. Quero tentar fazê-lo em palavras. Quero dar à história uma arquitetura que só uma narrativa pode proporcionar – o come-ço, o meio e o fim, o denso desenrolar de eventos em frases que reflitam fielmente seu impacto sobre o escritor.
Não creio que se precise conhecer os compositores que menciono fre-qüentemente nestas páginas, Beethoven, Mozart, Tchaikovsky, nem o arra-nhar selvagem dos que tocam rabeca na música country ou a música lúgubre dos violinos gaélicos. Minhas palavras devem ser capazes de transmitir a essência mesma do som.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner