Páginas

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Despedaçada


Sua paixão vai consumir tudo e todos em seu caminho.
Estou em um trem. Não sei como estou parada, só sei que o trem está indo rápido e o mundo exterior se torna um borrão. Deveria sair, mas não vou.

O universo está jogando uma piada cósmica comigo. Aqui tive uma vida boa com tudo que uma mulher poderia querer, e, de repente, há algo mais que não sabia que poderia ter.

Uma chance para estar satisfeita e contente, talvez até mesmo delirantemente, surpreendentemente, exuberantemente pronta. Portanto, este é o lugar onde estou, em um trem que está fora de controle, e não sou apenas uma passageira. Sou a única pá em um forno cheio de carvão para deixá-lo ir rápido e mais rápido.

Se pudesse me fazer acreditar que tudo aconteceu por acaso e eu não pudesse ajudar, quando fui arrastada,e não sendo minha culpa, sendo só o destino… Isso seria mais fácil?

A verdade é que não sabia o que estava procurando até que achei, mas deveria saber, durante todo esse tempo. E agora não é aleatório, não é o destino, não está para ser varrido.
Esta é a minha escolha. E não sei como parar. Ou mesmo se quero…

Talionis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner