Páginas

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Sombra Noturna 02


Percorria a noite. Sozinho. Inquieto. Vestido de negro, mascarado, era uma sombra entre as sombras, um sussurro entre os murmúrios da escuridão. Sempre estava atento àqueles que atacavam aos débeis e vulneráveis. Desconhecido, invisível, não desejado, caçava os  caçadores na selva que era a cidade. Movia-se como peixe na água pelos espaços escuros,  becos sem saída e  ruas violentas. Como a fumaça, deslizava-se pelos telhados altos e os porões úmidos. Quando o precisavam, era como o trovão, puro som e fúria. Depois restava apenas o esplendor, o eco óptico que deixava o relâmpago depois de golpear a cidade.
O chamavam Némesis e estava em todas as partes. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner