Páginas

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Lasher 02

No princípio era a voz do pai.
- Emaleth! - sussurrando perto da barriga da sua mãe enquanto dormia. E depois,cantando para ela as longas canções do passado. Canções Vale de Donnelaith e do castelo, de onde um dia eles viriam a se reunir, como ela nasceria sabendo tudo que o pai
sabia. É assim conosco, dizia ele naquela língua veloz que os outros não conseguiam entender.
Aos outros, ela parecia um zumbido ou um assobio. Era sua língua creta, pois eles ouviam sílabas que passavam rápido demais para que os outros as captassem. Eles conseguiam cantar uns para os outros. Emaleth quase conseguia, quase falava...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner