Páginas

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Homenagem a Literatura Nacional

Súbito Despertar
               Em Copacabana
André Pereira da Silva



Uma história totalmente ficcional. Não se engane. Não é por acaso que um político tipicamente corrupto ocupa grande parte desse enredo, e talvez você conheça alguém com tais características e planos tão escusos quanto. Por acaso, sim, um presidente da República, Lúcio Ferrabrás é o personagem em questão. Não se trata de uma caricatura despretensiosa, tampouco uma alusão gratuita e repetitiva; o que se pretende aqui é traçar o esboço de um arquétipo bastante conhecido no Brasil, concluindo que a política é irrecuperável. O contraponto desse personagem vil vai além de um exuberante cenário – Copacabana –, pois o protagonista não foi também escolhido por acaso; existe um simbolismo claro em optar por um jornalista intelectual, conhecedor, portanto, de sua própria razão. Trata-se de Carlos, o protagonista que só desperta para o amor após perceber-se envolvido em um crime que não cometeu. Resta saber se, para ele, haverá tempo ou uma segunda chance...

Nota sobre o autor:


André Pereira da Silva É natural de Canguçu, RS. Tecnólogo em Gestão Ambiental, ministrou aulas práticas de direção defensiva durante três anos. Leitor ávido, tendo grande admiração e conhecimento, dentre outras, das obras dos seguintes autores: Leon Tolstói, Franz Kafka e Érico Verissimo. Valendo-se também do legado filosófico do grande mestre Arthur Schopenhauer

Nota Minha

Eu conheço o André,somos amigos de msn, ha um bom tempo já,é uma pessoa maravilhosa, e pelo que sei o livro tambem com certeza o é...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Querida leitora (o), este espaço é pra você nos dizer o que pensa do livro, do autor e do blog, cuidado com Spoiler e ofensas, no mais tudo pode... bjs

Nosso Banner